domingo, 23 de dezembro de 2012

Reportagem sobre a Inclusão Reversa.

video
 
 


sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais (CBDV) divulga o calendário oficial de competições para 2013.

20 de dezembro
 
O Departamento Técnico da Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais (CBDV) divulgou na última quarta-feira, 19, o calendário oficial de competições para 2013. Ao todo serão quatro eventos nacionais, nove regionais e dois internacionais.
A 1ª Etapa do Grand Prix Infraero de Judô abrirá o calendário de competições. O evento acontece de 26 a 28 de abril, na cidade de São Paulo (SP). O último evento do ano será a Copa Brasil de Futebol de 5 – Série A, que será disputada em Salvador entre os dias 11 e 17 de novembro.
As etapas de treinamentos das seleções de Futebol de 5, Goalball e Judô ainda serão incluídas no calendário, no entanto, alguns desafios já tem data para acontecer, como é o caso do Parapan-Americano da IBSA, que será disputado junto com o Mundial de Jovens da IBSA, em Colorado Springs, nos Estados Unidos.
Para a Seleção Brasileira Feminina de Goalball o torneio será de extrema importância, já que a equipe do técnico Paulo Miranda brigará por uma das duas vagas para o Campeonato Mundial de Goalball da IBSA, que será disputado na Finlândia, em 2014. Vale ressaltar que a Seleção Masculina já tem vaga assegurada no torneio do país europeu.
Confira abaixo o calendário completo.
26 e 28 de abril – Grand Prix INFRAERO de Judô para Cegos – 1ª etapa – São Paulo/SP
2 a 5 de maio – Regional Sul de Goalball – Curitiba/PR
8 a 12 de maio – Regional Sudeste de Futebol de 5 – Vilha Velha/ES
22 a 26 de maio – Regional Sul de Futebol de 5 – Marilândia do Sul/PR
29 de maio a 2 de junho – Regional Centro-Norte de Futebol de 5- Brasília/DF
30 de maio a 2 de junho – Regional Sudeste 2 de Goalball – Ribeirão Preto/SP
7 a 9 de junho – Regional Centro-Norte de Goalball – Campo Grande/MS
20 a 23 junho – Regional Sudeste 1 de Goalball – Rio de Janeiro/RJ
1 a 7 de julho – Regional Nordeste de Futebol de 5 – João Pessoa/PB
9 a 15 de julho – Mundial de Jovens da IBSA e Parapan-Americano da IBSA de Goalball e Judô – Colorado Springs/USA
26 a 28 de julho – Regional Nordeste de Goalball – Natal/RN
1 a 6 de outubro – Copa Brasil – Série B de Futebol de 5 – Curitiba/PR
12 a 20 de outubro – 3º Jogos Juvenis Parapan-Americanos de Judô, Goalball e Futebol de 5 – Buenos Aires/ARG
25 a 27 de outubro – Grand Prix INFRAERO de Judô para Cegos – Etapa Final – Natal/RN
30 de outubro a 3 de novembro – Copa Brasil de Goalball – São Paulo/SP
11 a 17 de novembro – Copa Brasil – Série A de Futebol de 5 – Salvador/BA
*Fonte: Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais
 

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

O segundo Prêmio Paralímpicos

Após conquistar grandes feitos em 2012, entre eles o maior, o sétimo lugar no quadro geral de medalhas nos Jogos Paralímpicos de Londres 2012, o Brasil tem muito a comemorar. Para celebrar todas as conquistas no ano, o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) realizou nesta quarta-feira, 19, o segundo Prêmio Paralímpicos, na Marina da Glória, no Rio de Janeiro.
Sede dos próximos Jogos Paralímpicos, a cidade foi escolhida para encerrar o ciclo Pequim 2008 – Londres 2012 e abrir o novo Londres 2012 – Rio 2016. A festa contou com a atriz Daniele Suzuki e o cantor Gabriel “o Pensador” como mestres de cerimônia, e com presenças ilustres como o ministro do Esporte, Aldo Rebelo; a secretária Linamara Battistella, da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo; o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro e dos Jogos Rio 2016, Carlos Nuzman; presidente da Autoridade Pública Olímpica, Márcio Fortes, entre outros.
“O Brasil ser sétima potência do mundo é uma grande conquista em qualquer área. Isso mostra que o esporte paralímpico brasileiro não é mais uma nação emergente. Estamos inseridos entre os maiores. Não fechamos o ano com chave de ouro, mas o ciclo. A segunda edição do Prêmio mostra que o paradesporto brasileiro ganhou maturidade e relevância graças aos atletas que nós temos”, exaltou Andrew Parsons, presidente do CPB.
Parsons destacou ainda as parcerias feitas pelo CPB com o Estado de São Paulo, a Prefeitura do Rio de Janeiro, o Ministério do Esporte e o Governo Federal, fundamentais para as conquistas do Brasil em 2012.
Escolhido para o Prêmio Personalidade Paralímpica, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, ressaltou as vitórias do Brasil em 2012.
“Nossos atletas representam disciplina, vitória do nosso povo e do nosso País. Sou ministro do Estado do Esporte, servidor público, brasileiro e em nome da sociedade brasileira tento fazer o que está ao alcance para que vocês tenham o melhor. Contem conosco, contem sempre”, disse.
O prêmio de Melhor Técnico de Esporte Individual foi entregue pela secretária Linamara à Marcos Rojo.
“O esporte faz a diferença quando o que nós queremos é respeitar os direitos humanos. Marcos, você e Daniel formam uma dupla que fez o Brasil chorar de emoção”, disse.
Márcia Lins, secretária de Estado de Esporte e Lazer do Rio de Janeiro, entregou o prêmio
De Melhor Técnico de Esporte Coletivo para Alessandro Tosim, do Goalball.
“É uma emoção muito grande falar sobre Esporte Paralímpico. Estamos no Rio de Janeiro, que sediará os Jogos de 2016 e mais do que nunca precisamos dos técnicos e atletas para mostrarem ao mundo o momento que estamos vivendo. Certamente iremos comemorar muito juntos em 2016”, afirmou a secretária.
Entregue àqueles que se dedicam ao Movimento Paralímpico, o prêmio Aldo Miccollis foi
entregue pelo vice-presidente Mizael Conrado a Rivaldo Araújo da Silva, coordenador geral
de Paradesporto de Alto Rendimento no Ministério do Esporte.
“Construir o futuro é reconhecer o passado e valorizar o presente. Várias pessoas ao longo
de sua história estabeleceram grande compromisso com o paradesporto e o professor
Rivaldo é uma delas. Sempre esteve envolvido”, destacou Mizael.
Eleito a Revelação de 2012, ouro na Bocha em Londres 2012, Maciel dos Santos recebeu o prêmio das mãos do vice-presidente do CPB, Luiz Claudio Pereira.
“É uma honra ganhar esse prêmio. Estarei me dedicando cada vez mais para representar bem o Brasil”, prometeu.
Mais aguardado da noite, o Prêmio de Melhor Atleta pelo voto popular foi anunciado no fim da cerimônia. Em disputa acirrada, os velocistas Terezinha Guilhermina e Alan Fonteles venceram.
“Este ano foi muito especial. Realizei muitos sonhos. Agradeço ao Guilherme, meu guia, ao meu treinador Amaury Veríssimo, meus patrocinadores, o Time São Paulo. Ser brasileira é uma honra”, disse Terezinha, vencedora com 44,45% dos votos.
Eleito com 39,76% dos votos no Masculino, Alan reforçou o agradecimento de Terezinha.
“É um prazer imenso receber o prêmio de melhor atleta do Atletismo e do Ano. Agradeço ao Ministério do Esporte, CPB, Time São Paulo que me fizeram chegar como cheguei à Londres e conquistar o ouro”.
 
VOTO POPULAR

Melhor Atleta Feminino
1º Terezinha Guilhermina, com 44,45%
2º Shirlene Coelho, com 29,5%
3º Lúcia Teixeira, com 26,05%
 
Melhor Atleta Masculino
1º Alan Fonteles, com 39,76%
2º Dirceu Pinto, com 30,34%
3º Daniel Dias, com 29,9%
 
MELHORES ATLETAS 2012
ATLETISMO
Alan Fonteles Cardoso de Oliveira
BASQUETE EM CADEIRA DE RODAS
Lia Maria Soares Martins
BOCHA
Dirceu José Pinto
CANOAGEM
Fernando Fernandes de Padua.
CICLISMO
João Alberto Schwindt Filho
ESGRIMA EM CADEIRA DE RODAS
Jovane Silva Guissone
FUTEBOL DE 5
Ricardo Steinmetz Alves
FUTEBOL DE 7
Marcos Yuri Cabral da Costa
GOALBALL
Romário Diego Marques
HALTEROFILISMO
Rodrigo Rosa de Carvalho Marques
HIPISMO
Sérgio Fróes Ribeiro de Oliva
JUDÔ
Lúcia da Silva Teixeira
NATAÇÃO
Daniel de Faria Dias
REMO
Cláudia Cícero dos Santos
RUGBY EM CADEIRA DE RODAS
Alexandre Keiji Taniguchi
TÊNIS DE MESA
Bruna Costa Alexandre!
TÊNIS EM CADEIRA DE RODAS
Daniel Alves Rodrigues
TIRO COM ARCO
Francisco Macicledes Barbosa Cordeiro
TIRO ESPORTIVO
Carlos Henrique Prokopiak Garletti
TRIATLO
Rodrigo Feola Mandetta.
VELA
Elaine Pedroso da Cunha
VOLEIBOL SENTADO
Janaína Petit Cunha
MELHOR TÉCNICO ESPORTES INDIVIDUAIS
Marcos Rojo Prado (Natação)
MELHOR TÉCNICO ESPORTE COLETIVO
Alessandro Tosim (Goalball)
PRÊMIO REVELAÇÃO
Maciel de Souza Santos
PRÊMIO ALDO MICCOLLIS
Rivaldo Araújo da Silva – Coordenador Geral de Paradesporto de Alto Rendimento no
Ministério do Esporte
PERSONALIDADE PARALÍMPICA
Ministro do Esporte Aldo Rebelo
 

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Goianos da ADA levam o título do Brasileiro 2ª Divisão, em Santa Catarina


vencedora p site
 
A equipe goiana ADA ganhou da pernambucana ADDF/CREE/SESI por 56 a 41 e é a grande vencedora do Campeonato Brasileiro 2ª Divisão 2012 de Basquete em Cadeira de Rodas, o último do calendário deste ano da Confederação Brasileira de Basquete em Cadeira de Rodas (CBBC). O terceiro lugar da competição ficou com a equipe goiana ADEFEGO, que bateu os piauienses da ASCAMTE por 48 a 33. A final terminou às 11h30 desta manhã (domingo/16), em Balneário Camboriú, Santa Catarina.
O cestinha foi o número 14 da ADA, o paulista Marquinhos Candido Silva, com 161 pontos. A equipe All Star é formada por Duan, atleta da ADEFEGO-GO (classe 1.0); José Soares/ADDF CREE SESI-PE (classe 2.0); Marquinhos Cândido/ADA-GO (classe 3.0); Edvaldo Dias/AFADEFI-SC (Classe 3.0); e José Filho, atleta da ASCAMTE (classe 4.0).
A equipe All Star. O cestinha (ao centro, de vermelho) foi o atleta da ADA, Marcos Cândido Silva
cestinhas p site
 
As equipes ASCAMTE, do Piauí; ADA e ADEFEGO, de Goiás; ADDF/CREE/SESI, de Pernambuco; e AFADEFI-SC estão classificadas para participar do Campeonato Brasileiro 1ª Divisão 2013. Os clubes ADM-CE e RS Paradesporto-RS cairão para a 3ª Divisão nos campeonatos de 2013.
Durante a cerimônia de premiação, a presidente da CBBC, Naíse Pedrosa, ressaltou do alto nível de realização do evento e reiterou os agradecimentos a todas as delegações, equipe de trabalho da CBBC, ao CPB, ao Ministério do Esporte e aos parceiros locais Federação Catarinense em Cadeira de Rodas e a AFADEFI.
O presidente da AFADEFI, professor Atario Vaccari, reforçou os agradecimentos e, ao lado do presidente da Federação Catarinense em Cadeira de Rodas, Kleber dos Santos, disse que Santa Catarina se qualifica para receber mais campeonatos desse porte.
O Campeonato Brasileiro da 2ª Divisão 2012 é realizado pela CBBC, em parceria com o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), com patrocínio do Ministério do Esporte.
Equipe All Star:
-Duan Classe, atleta da ADEFEGO-GO (classe 1.0)
-José Soares, atleta da ADDF CREE SESI-PE (classe 2.0)
-Marquinhos Cândido, atleta da ADA-GO (classe 3.0)
-Edvaldo Dias, atleta da AFADEFI-SC (Classe 3.0)
-José Filho, atleta da ASCAMTE (classe 4.0)
Veja as equipes que subirão para o Campeonato Brasileiro 1ª Divisão 2013:
  • ADA-GO
  • ADDF/CREE/SESI-PE
  • ADEFEGO-GO
  • AFADEFI-SC
  • ASCAMTE-PI
*Os clubes ADM-CE e RS Paradesporto-RS migrarão para o Campeonato Brasileiro 3ª Divisão 2013.
Confira a classificação geral do Campeonato Brasileiro 2ª Divisão 2012:
  • 1º lugar: ADA-GO
  • 2º lugar: ADDF/CREE/SESI-PE
  • 3º lugar: ADEFEGO-GO
  • 4º lugar: ASCAMTE-PI
  • 5º lugar: AFADEFI-SC
  • 6º lugar: ICEP-DF
  • 7º lugar: CEPE /Raposas do Sul-SC
  • 8º lugar: MACAÉ-RJ
  • 9º lugar: GADECAMP-SP
  • 10º lugar: CIDEF/UCS/DITRENTO/Caxias do Sul-RS
Link original: www.cbbc.org.br

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Brasileiro 2ª Divisão 2012 entra na fase eliminatória.

 
ADM-CE x  ICEP-DF 5 p site 
O Campeonato Brasileiro da 2ª Divisão 2012 de Basquete em Cadeira de Rodas entra hoje (14) nas fases de quartas de final e eliminatórias, com seis jogos na tabela. O público vai poder conferir as partidas gratuitamente, a partir das 10h, no Ginásio Multi Evento da Barra, em Balneário Camboriú, Santa Catarina. A competição segue até depois de amanhã (domingo/16) e vai classificar cinco equipes para a 1ª Divisão 2013 da modalidade.
Participam do campeonato 12 equipes de oito Estados e uma do Distrito Federal: Santa Catarina (2); Rio Grande do Sul (2); Goiás (2); Pernambuco (1); Piauí (1); Ceará (1); São Paulo (1); e Rio de Janeiro (1). O Brasileiro da 2ª Divisão 2012 é realizado pela CBBC, em parceria com o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), com patrocínio do Ministério do Esporte.

Veja a tabela completa com os jogos de hoje (14):
  • Às 10h (jogo 19): ASCAMTE-PI x ICEP-DF
  • Às 11h30 (jogo 20): ADA-GO x MACAÉ-RJ
  • Às 13h (jogo 21): ADDF CREE SESI-PE x AFADEFI-SC
  • Às 14h30 (jogo 22): ADEFEGO-GO x CEPE/Raposas do Sul-SC
  • Às 16h (jogo 23): GADECAMP-SP x RS PARADESPORTO-RS
  • Às 17h30 (jogo 24): ADM-CE x CIDEF/UCS/DITRENTO/Caxias do Sul-S
Link original: www.cbbc.org.br

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Prêmio Paralímpicos 2012

 
Promovido pelo Comitê Paralímpico Brasileiro, o evento premiará os melhores do ano na próxima quarta-feira, 19, na cidade do Rio de Janeiro
A menos de quatro anos para as Paralimpíadas Rio 2016, a cidade do Rio de Janeiro será sede do Prêmio Paralímpicos 2012 pela primeira vez. A Cidade Maravilhosa, como é conhecida no mundo todo, receberá no dia 19 de dezembro a nata do paradesporto nacional na Marina da Glória, para o evento realizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) para premiar os melhores atletas do ano.
“A edição deste ano ganha contornos mais importantes por acontecer no Rio de Janeiro, cidade sede dos Jogos Paralímpicos de 2016 e principalmente por premiar os melhores atletas em 2012, ano das Paralimpíada e em que o Brasil teve sua melhor performance de todos os tempos. A escolha da Marina da Glória não poderia ser melhor, já que o local receberá as disputas da Vela nos Jogos do Rio. Tenho certeza de que a noite será inesquecível por reunir todos esses elementos”, afirmou o presidente do CPB, Andrew Parsons.
Além de premiar as atletas que se destacaram nas 22 das modalidades paralímpicas em 2012, o Prêmio Paralímpicos terá outras cinco categorias: Melhor Técnico em Modalidade Individual; Melhor Técnico em Modalidade Coletiva; Revelação 2012; e Melhor Atleta Feminino e Melhor Atleta Masculino, que serão definidos por votação popular aberta no Facebook, Twitter e site do CPB, até a meia-noite do dia 18. Todos os vencedores serão conhecidos apenas no dia 19 e foram indicados e escolhidos por federações e técnicos ligados ao Comitê.
Na categoria Melhor Atleta por voto popular concorrem no feminino Lúcia Teixeira (Judô), Shirlene Coelho (Atletismo) e Terezinha Guilhermina (Atletismo). No masculino, a disputa está entre Alan Fonteles (Atletismo), Daniel Dias (Natação) e Dirceu Pinto (Bocha).
O Prêmio homenageará ainda duas pessoas que contribuíram com o crescimento e fomento do paradesporto no ano de 2012 com os troféus Personalidade Paralímpica e Aldo Micolis – in memorian ao presidente de honra do CPB e um dos dirigentes que iniciou o Movimento Paralímpico no Brasil.
Até 2010, os atletas paralímpicos eram premiados pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e a partir do ano passado a premiação passou para o CPB, que abrangeu um maior número de categorias e trouxe maior visibilidade.
 

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Site com todas as informações sobre a III Conferência Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência.

 

O link abaixo é do Hot Site da III Conferência Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência.

Acessem e obtenham mais informações.

http://3cndpd.sdh.gov.br/

sábado, 8 de dezembro de 2012

Quanto vale cada medalha Paralímpica?

 
O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) pagou nos dias 5 e 6 de dezembro um prêmio em dinheiro aos atletas medalhistas nos Jogos de Londres. O valor recebido por cada medalha variou entre R$ 5 mil pelo bronze e R$ 15 mil pelo ouro e contemplou 52 pessoas entre competidores, técnicos, atletas-guia e coordenadores.
Vale lembrar que foram agraciados com o prêmio todos os atletas medalhistas que não são patrocinados pelas Loterias Caixa. Os guias receberam 50% do valor pago ao atleta, enquanto os técnicos e coordenadores receberam a quantia integral por cada medalha conquistada.
 

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Deliberações da Conferência terão impactos na qualidade de vida das pessoas com deficiência.

 
 
A ministra-chefe da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), Maria do Rosário Nunes, afirmou na manhã desta quinta-feira (6) que as decisões e avanços das propostas aprovadas terão impacto na qualidade de vida de todos os brasileiros com deficiência. O discurso foi feito na plenária final da 3ª Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, em Brasília.
“Essa conferência tem o protagonismo de vocês. Com base na convenção da ONU, o destino de todas as pessoas com deficiência no Brasil está nas mãos de vocês aqui nesta plenária”, disse Rosário. A plenária final aconteceu ontem, e aprovou as  propostas dos nove grupos de trabalhos que discutiram os textos na última quarta-feira (5). Foram debatidas mais de 300 propostas.
Também estavam presentes na abertura o secretário Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Antonio José Ferreira, e o presidente do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Conade), Moisés Bauer.
 

FINEP lança edital voltado ao desenvolvimento dos esportes paraolímpicos.

Finep lançou edital para promoção do esporte paralímpico. (Foto: Divulgação/Inep)
 
A Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) lançou uma chamada pública que vai financiar empresas brasileiras para o desenvolvimento de produtos inovadores relacionados a esportes paralímpicos que envolvam risco tecnológico associado a oportunidades de mercado. A ideia é promover a inclusão social das pessoas com deficiência. Ao todo, serão destinados R$ 20 milhões em recursos não reembolsáveis da subvenção econômica.
De acordo com o edital, serão apoiados projetos que se refiram exclusivamente às modalidades definidas a seguir: Atletismo; Basquete em Cadeira de Rodas; Bocha; Ciclismo; Esgrima em Cadeira de Rodas; Futebol de Cinco; Futebol de Sete; Goalball; Halterofilismo; Hipismo; Judô; Natação; Remo; Rugby em Cadeira de Rodas; Tênis de Mesa; Tênis em Cadeira de Rodas; Tiro com Arco; Tiro Esportivo; Vela e Vôlei Sentado.
O valor solicitado à Finep/FNDCT na proposta deverá, obrigatoriamente, enquadrar-se entre o mínimo de R$ 700 mil e o máximo de R$ 4 milhões. O formulário de apresentação de propostas será disponibilizado no dia 14/12/2012. As empresas têm até o dia 04/02/2013 para envio das propostas eletrônicas.
Detalhes
De acordo com o texto da chamada, a soma do montante solicitado, associada aos valores já concedidos pela FINEP à empresa beneficiária proponente em editais anteriores de subvenção econômica à inovação nacional, não poderá exceder os seguintes valores: faturamento bruto da beneficiária proponente no ano de 2011 e o capital social da beneficiária proponente.
Entende-se por valores já concedidos aqueles projetos aprovados pela Finep por força de editais anteriores de subvenção econômica à inovação nacional, que se encontram em fase de contratação ou devidamente contratados (excetuam-se os contratos com prazo de execução encerrado e com atestado de adimplência da Finep).
As propostas que não observarem esses limites quanto ao valor solicitado à Finep serão eliminadas da seleção pública.
O edital completo pode ser conferido no anexo abaixo.
 

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Abertura da 3ª Conferência Nacional celebra conquistas das pessoas com deficiência

Com a presença de quase 2 mil pessoas, nesta segunda-feira (3) foi realizada a abertura da 3ª Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, em Brasília. A solenidade contou com a participação da ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, da ministra-chefe da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), Maria do Rosário Nunes e autoridades do governo federal.
A ministra da SDH/PR reiterou o desafio do governo e da sociedade civil em construírem um futuro melhor para todas as pessoas com deficiência. “Essa é uma pauta da sociedade, e é uma das prioridades do governo. Vamos unidos percorrer cada desafio para alcançarmos juntos melhores condições de vida para cada uma das 45 milhões de pessoas com deficiência no Brasil”, disse. Em sua fala, a ministra Gleisi Hoffmann reiterou o compromisso com o tema nas atividades do governo federal.
Também participaram da solenidade a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Tereza Campello, o secretário Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SNPD), Antonio José Ferreira, o presidente do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Conade), Moisés Bauer, a presidente da Comissão em Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência e deputada federal, Rosinha da Adefal, além de representantes dos Ministérios da Saúde, da Educação, Políticas da Mulher, da Integração, da Ciência, Tecnologia e Inovação, Relações Exteriores e do Trabalho.
O secretário da SNPD, Antonio José Ferreira, convidou todos a liderarem o movimento para serem agentes de transformação nas comunidades. “Cada um de vocês e nós do governo nos tornamos nesta conferência mais uma vez líderes do movimento da pessoa com deficiência”. O presidente do Conade, Moisés Bauer, enfatizou a importância da conferência para os próximos quatro anos. “O único objetivo é mudar a vida de 45 milhões de pessoas com deficiência em nosso país. Vamos dialogar e encontrar caminhos para um futuro melhor”.
Na atividade, os ministérios assinaram a Portaria Interministerial que institui o protocolo de desastres para atenção à criança, idoso e pessoa com deficiência. O evento termina na próxima quinta-feira (6).
 

Basquetebol em cadeiras de rodas na Record.

video

domingo, 2 de dezembro de 2012

: Viver sem Limite: Um plano para todo o Brasil.

O Governo Federal lançou recentemente o Viver sem Limite - Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, como resultado do firme compromisso político com a plena cidadania das pessoas com deficiência no Brasil. Oportunidades, direitos, cidadania para todas as pessoas são objetivos aos quais o Plano está dedicado.
Segundo resultados divulgados pelo IBGE, do Censo 2010, o País possui 45,6 milhões de pessoas com alguma deficiência, o que representa 23,91% da população. Mas, ao lançarmos esse conjunto de iniciativas, estamos pensando numa sociedade mais justa e plural para todos os 190 milhões de brasileiros, afinal de contas quando as pessoas com deficiência estão incluídas, toda a sociedade ganha.
O Viver sem Limite foi construído com inspiração na força e no exemplo das próprias pessoas com deficiência, que historicamente estiveram condenadas à segregação. Trata-se de um conjunto de políticas públicas estruturadas em quatro eixos: Acesso à Educação; Inclusão social; Atenção à Saúde e Acessibilidade. Cada ação presente nesses eixos é interdependente e articulada com as demais, construindo redes de serviços e políticas públicas capazes de assegurar um contexto de garantia de diretos para as pessoas com deficiência, considerando suas múltiplas necessidades nos diferentes momentos de suas vidas.
O governo brasileiro tem a convicção de que só produziremos mudanças para a superação de limites quando equipararmos oportunidades entre pessoas com e sem deficiência. Isso porque os limites não estão definidos pela condição de cada pessoa, mas pela sociedade, seja através de obstáculos físicos ou de atitudes preconceituosas. O produto desse trabalho é um Plano de Ação que articula e organiza iniciativas inovadoras em diferentes áreas, possibilitando otimizar resultados e assegurar cada vez mais uma vida melhor, com dignidade e direitos para as pessoas com deficiência.
Ao lançar o Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, o Estado brasileiro reafirma o compromisso irrenunciável de assegurar a todos e todas, sem qualquer discriminação, o direito ao desenvolvimento e à autonomia. A base dessa responsabilidade está na Constituição Federal de 1988 e foi ampliada com a ratificação pelo Brasil da Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, em 2008. O Viver sem Limite tem como referência fundamental a constatação de que, ainda que a condição de deficiência esteja presente em diferentes grupos sociais e em diferentes idades, existe uma estreita relação entre pobreza extrema e agravamento das condições de deficiência. Motivados por esses indicadores, o Plano a ser executado tem especial atenção com as pessoas que encontram-se em situação de pobreza extrema, desafio central do nosso governo.
Com o Viver sem Limite, o governo brasileiro, sob liderança e prioridade da presidenta Dilma Rousseff, reafirma os Direitos Humanos das pessoas com deficiência, para garantir sua autonomia, liberdade e independência. Se avançamos na consciência de que o Brasil é de todos e todas, a hora é de garantir políticas públicas para a efetividade desses direitos.
Maria do Rosário
Ministra de Estado Chefe da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República
 

Chuva de Records em Forteleza.

Mais de 20 marcas nacionais do atletismo são batidas na última etapa do Circuito Brasil Paralímpico Loterias Caixa. Domingo também contou com grande desempenho do cearense Carlos Maciel e inédita competição de Powerlifting
Será possível uma linda manhã de sol, mais de 30 graus e chuva? Fortaleza provou que sim. Mas se o sol veio de forma natural, a chuva veio através do esforço e qualidade dos atletas que participaram do último dia da terceira etapa do Circuito Brasil Paralímpico Loterias Caixa 2012.
O domingo na Universidade de Fortaleza foi de recordes no campo (arremesso de peso, lançamento de dardo e lançamento de disco) e na pista, fossem nas provas de salto ou de corrida. O grande desempenho dos atletas de todos os cantos do país na manhã dominical somou-se ao do sábado para resultar em mais de 20 recordes nacionais.
“Para uma competição em dezembro, no fim do ano, o número de recordes foi excelente”, afirmou Ciro Winckler, coordenador de atletismo do Comitê Paralímpico Brasileiro.
“Em casa”, Carlos Maciel faz a festa
A manhã na piscina do Náutico Atlético Cearense contou com a participação de mais de 70 clubes e cerca de 200 atletas na disputa por medalhas. No total, foram quebradas mais de 25 recordes brasileiros. E o grande destaque foi o atleta local Carlos Alberto Maciel, representante do estado nas Paralimpíadas de Londres. Carlos Maciel, da classe S8, conquistou três medalhas, sendo duas delas de ouro e mais uma de prata.
O coordenador técnico da seleção brasileira, Murilo Barreto, falou sobre 2012 e fez projeções animadoras para o próximo ano.
“Vimos que o nível técnico aumentou muito. A gente trabalha para o surgimento de novos nomes e que eles entrem nesse seleto time de competidores. Os projetos que estão por vir prometem muito, principalmente para os atletas jovens”, comentou.
Unifor recebe inédita competição de Powerlifting
Uma das atrações que mais atenção despertou no domingo foi o Powerlifting, modalidade de levantamento de pesos para cegos que, pela primeira vez, pôde utilizar a estrutura fornecida pelo CPB.
“O CPB trabalha em parceria com outras confederações e associações tendo em vista a grandeza do Circuito Brasil Paralímpico. Nós disponibilizamos toda a estrutura e assistência para os atletas deficientes visuais participarem desta competição e, assim, se incluírem no sistema nacional que oferece oportunidades, como o bolsa atleta, para aqueles que obtêm bons resultados em competições significantes”, afirmou Felipe Dias, coordenador do Halterofilismo paralímpico.
 
Todos os resultados podem ser consultados neste link: http://neocompeticao.com.br/circaixanacional3/
 

sábado, 1 de dezembro de 2012

14ª Cúpula Social do Mercosul ocorre entre os dias 04 e 06 de dezembro, em Brasília.

Cúpula Social

 
video
 
 
Interativa e hiperlinkada com as redes sociais da internet, a 14ª Cúpula Social do Mercosul ocorre entre os dias 04 e 06 de dezembro, em Brasília, e é organizada pela Secretaria-Geral da Presidência da República do Brasil.
Realizada desde 2006, a Cúpula é o principal espaço de diálogo entre governos e sociedade civil no Mercosul. Criado para expandir e fortalecer a participação social no processo de integração regional, o encontro reúne representantes de governos, parlamentos, centrais sindicais, confederações da agricultura familiar, pastorais sociais, cooperativas, organizações de pequenos e médios empresários e de entidades que tratam de economia solidária, direitos humanos, mulheres, juventude, meio ambiente, saúde e educação, entre outros.
Estas múltiplas vozes têm aproximado o processo de integração dos desafios enfrentados pelos povos do Mercosul. Além de possibilitar a transparência, a difusão de informações e a troca de experiências sobre as políticas sociais desenvolvidas pelos
países do Bloco, a Cúpula é um dos principais espaços de formulação política da integração desejada pela sociedade civil.
E o melhor? Todos os debates serão transmitidos ao vivo.
 
 
Confira a programação completa:  http://socialmercosul.org/

Nissan explica ação com 30 atletas olímpicos e paralímpicos visando aos Jogos de 2016


Hortência e Clodoaldo são os mentores do Time Nissan - Marcio Rodrigues/Fotocom

Acostumada com a fabricação e montagem de veículos, a  Nissan acelerou e entrou no mundo esportivo. Nesta terça-feira, no Estádio de Remo da Lagoa, a empresa japonesa apresentou seu time de atletas visando aos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016, que serão realizados no Rio de Janeiro, e explicou detalhes do projeto.

A ex-jogadora de basquete e mentora do programa - juntamente com Clodoaldo Silva -, Hortência Marcari, acertou “uma bola de três pontos” ao definir a ação desenvolvida pela empresa automotiva.

- A Nissan vai mostrar com esse time que o investimento não é apenas na fabricação de carros. A empresa quer apostar em seres humanos. Tenho certeza de que, nos Jogos de 2016, nós vamos nos emocionar muito - disse a dona de uma medalha olímpica (prata nos Jogos de Atlanta) e três pan-americanas.

Após analisar a inscrição de 300 atletas, a Nissan escolheu 30 representantes de diversas modalidades - devido a questões contratuais, cinco componentes do grupo ainda não foram apresentados. Do total selecionado, serão 24 olímpicos e seis paralímpicos. O tubarão das piscinas, Clodoaldo Silva, parabenizou a empresa pela iniciativa e garantiu que o patrocínio será de extrema relevância para os paratletas.

- Vejo que eles passaram por muitas dificuldades e a ajuda da Nissan vai poder mudar um pouco disso. Tenho certeza de que esse apoio é até mais importante para os atletas paralímpicos do que para os olímpicos - contou o nadador, que conquistou seis medalhas de ouro nos Jogos de 2004, em Atenas.

Além de cada atleta receber um carro top de linha da Nissan - modelo Livina XGear - a montadora também vai se responsabilizar pelos custos com seguro, manutenção e revisão do veículo. No caso dos atletas paralímpicos, os veículos serão adaptados. O diretor de comunicação da empresa, Fernando Menezes, explicou que não há uma remuneração mensal, mas revelou que os 30 selecionados receberão uma premiação por metas alcançadas.

- Nós optamos por outro tipo de auxílio. Muitos atletas já dispõem de patrocínios financeiros. Assim, a Nissan entendeu que alguns detalhes, como nutrição e preparação psicológica, podem fazer a diferença em uma disputa olímpica. Estamos analisando, junto com o COB (Comitê Olímpico Brasileiro) e o CPB (Comitê Paralímpico Brasileiro), para definirmos as principais competições e a premiação que os atletas vão receber já em 2013 - finalizou Fernando Menezes.

Antes do anuncio oficial da equipe, os atletas já participaram de palestras sobre o espírito olímpico, relacionamento com a imprensa e atitudes nas mídias sociais. Nos próximos eventos, gestão de carreira, psicologia do esporte e nutrição serão os próximos temas abordados
 
Link original: http://www.ahebrasil.com.br/noticias/2012/11/27/rio2016/nissan+explica+acao+com+30+atletas+olimpicos+e+paralimpicos+visando+aos+jogos+de+2016.html